Criação do Próprio Negócio

Atualizado: Mai 6

Qual o tipo de negócio/empresa ideal para si? Qual a melhor opção?

Existem já muitos artigos fiáveis sobre esta matéria que poderá pesquisar, queremos apenas acrescentar alguns pontos e reforçar outros que consideramos fundamentais. Mas não se esqueça; cabe a si decidir.



Existem várias formas de iniciar atividade:

- Trabalhador Independente

- Empresário em Nome Individual (ENI)

- Sociedade Unipessoal por Quotas

- Sociedade por Quotas

- Etc.

Mas o mais importante é perceber qual a mais adequada a si. Então terá primeiro de responder a algumas questões pertinentes:

Vai vender apenas serviços ou também produtos? Terá trabalhadores a seu cargo? A atividade tem um certo risco associado? Quanto vai faturar por ano?

Dependendo das suas respostas encontrará a melhor forma de iniciar atividade.


Trabalhador independente:

Como é sabido, é necessário iniciar atividade no portal das finanças na categoria de rendimentos profissionais, escolhendo a atividade ou atividades que irá faturar. Atenção que pode e deve abrir várias atividades caso preste diversos serviços. Se por exemplo irá exercer a atividade Advogado e irá também receber direitos de autor por um livro que escreveu, então deve abrir as atividades do código de IRS 6010 e do código CAE 90030, respetivamente. Na hora de emitir a fatura (antigo recibo verde) no portal das finanças opta pelo tipo de atividade a faturar.


Empresário em Nome Individual

Embora seja também um trabalhador independente tem de abrir atividade nas finanças na categoria de rendimentos empresariais sendo esta a forma mais simples de construir uma empresa.

Para além da prestação de serviços pode também vender produtos e contratar pessoas ao seu serviço.

É normalmente utilizada por exemplo pelos profissionais da restauração.

A faturação deve ser emitida através de programas de faturação e enviada mensalmente através do SAF-T à AT.

Não é necessário capital social para iniciar atividade e não há distinção entre o património pessoal e da empresa. Ou seja, o património pessoal responde pelas dívidas da atividade. Por este motivo não é aconselhável a atividades com um grande risco associado.


Sociedade Unipessoal e Sociedade por Quotas

Para constituir uma sociedade irá ser necessário certificado de admissibilidade, registo comercial, inscrição na segurança social, declaração de início de atividade nas finanças e depósito de capital social numa conta bancária aberta em nome da sociedade.

A grande diferença entre ambas é que a sociedade Unipessoal tem só um sócio, o que em termos de assembleias gerais os procedimentos jurídicos é bem mais simples, não dispensando no entanto a realização de atas, definição de estatutos, etc..

Um empresário não pode ter mais que uma sociedade Unipessoal.

Como qualquer sociedade é obrigada a dispor de contabilidade organizada pelo que implica a contratação de um contabilista certificado.

No entanto, em termos de risco a sociedade tem responsabilidade limitada, havendo a completa separação do património pessoal do negócio da empresa.

0 visualização

KLEVER Academy

Formação Profissional - Uma estratégia pessoal de evolução

Rua do Conde Redondo, 46A LISBOA
+ 351 936 280 710  /  +351 214 045 375
moodle_pc2.png
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle
  • Blogger - Black Circle